Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Projeto Anjos do Futsal

Criando Campeões

A Anjo Tintas iniciou o projeto Anjos do Futsal em abril de 2001, hoje acolhendo mais de 1.000 garotos. A ideia é afastar crianças e adolescentes da violência e das drogas encontradas nas ruas, tendo como objetivo o ensino de técnicas do futebol de salão, incentivando a prática desse esporte e colaborando na formação dos cidadãos.

Visite o Blog Oficial

Fique por dentro de todas as novidades sobre o projeto Anjos do Futsal!

www.anjosdofutsal.com.br

16 anos de projeto

Completando 16 anos de atividade em 2017, o projeto Anjos do Futsal ultrapassa a marca de 1.000 garotos em treinamento, divididos em 23 núcleos distribuídos em 19 municípios do sul de Santa Catarina.

Mais de 9.000 crianças atingidas

Mais de 9.000 garotos já passaram pelo projeto e alguns deles encontraram portas abertas em equipes do exterior como Qatar, Itália, Espanha, Iraque, entre outras, e times de destaque no Brasil, como por exemplo, Jaraguá do Sul (SC).

Núcleos

Confira os municípios que já são beneficiados com as atividades do Anjos do Futsal. Em Criciúma a parceria é com a UNESC – Universidade do Extremo Sul Catarinense e nos outros 16 municípios a parceria é com cada uma das prefeituras:

  • Balneário Arroio do Silva
  • Balneário Gaivota
  • Balneário Rincão
  • Cocal do Sul
  • Criciúma
  • Forquilhinha
  • Ermo
  • Içara
  • Lauro Müller
  • Meleiro
  • Morro da Fumaça
  • Nova Veneza
  • Orleans
  • Praia Grande
  • São João do Sul
  • Sombrio
  • Treviso
  • Turvo
  • Urussanga

Proposta Chave

O projeto transforma a vida de crianças e jovens adolescentes através do futebol de salão. A única exigência feita e atendida aos garotos é a de estarem frequentando a escola. Os diretores e professores concordam que o projeto incentiva a permanência na escola e faz com que estes não percam o interesse pelos estudos. Além de ensinar a prática de futebol de salão, o professor acompanha o rendimento escolar, motiva os alunos para as aulas e auxilia na integração com os colegas.

Os pais também perceberam que a responsabilidade e a preocupação pelos estudos aumentou e se sentem satisfeitos com o resultado do projeto.